Caderno Estilo





Internet

Arte e artesanato ganham espaço no comércio on-line

De dentro de casa ou dos ateliês o trabalho artesanal não exige mais tanto esforço físico na hora de ser comercializado. Feiras e exposições ainda constam no currículo dos artistas e artesãos, mas outra ferramenta entra no universo de quem oferece algo: a internet. Cada vez mais utilizado o comércio eletrônico demonstra aos usuários que o lucro pode ser real no meio virtual. E se não bastasse o interesse do consumidor pelas ofertas na web, para incentivar ainda mais a criação de lojas no ciberespaço, o investimento é pequeno e, melhor ainda, em alguns casos, nenhum.

Mas, é claro, que quem se aventura a colocar seu produto em sites e blogs tem que ter uma dose de paciência e fazer um trabalho de formiguinha, quando não se tem grana para investir em publicidade em outros sites ou boletins eletrônicos. A ideia é contar com o “boca-a-boca” dos amigos e familiares.

A artista plástica Bella Souza teve uma excelente experiência no gênero. A satisfação foi tanta que agora ela resolveu investir em um site pessoal. Especializada em cerâmica, Bella conta que a internet tem tornado o trabalho conhecido de forma muito mais rápida do que ela poderia imaginar.

A ceramista se iniciou nesta arte em 2006, no estado de Minas Gerais, onde foi morar ao lado do marido, transferido para ministrar aulas em uma universidade local. Apaixonada pela arte de moldar o barro com as mãos não parou mais. Há dois anos, quando retornou a Pelotas, resolveu expor seu trabalho em um site de fotografias, o Flickr. O problema é que nesse meio a comercialização de produtos não é permitida. Então, como havia interesse dos visitantes pelas peças, ela optou pela confecção de um blog.

Desde junho de 2009, o trabalho de Bella passou a ser exibido no Elo7, site brasileiro de compra e venda de produtos feitos à mão (www.elo7.com.br/bellasouza/). “Resolvi arriscar nesse ano que passou”, conta. Uma das vantagens desta página é o envio de boletins com produtos e promoções.

Em média, Bella acredita que as vendas cresceram 50% em relação ao que conseguia comercializar somente com exposições e feiras. Entre os acessantes, além dos brasileiros, surgiram visitantes da Itália e da África do Sul.

Um comentário:

  1. Olá, Cheguei até o teu blog pelo Elo7, e fiquei simplesmente encantada pelo trabalho, pela delicadeza e criatividade, acredito que elogios é o que mais você deve receber são simplesmente divinas as tuas peças. Te encontrei por que também gosto e pesquiso sobre cerâmica e porcelana, mais precisamente sobre pintura. Espero que você consiga divulgar mto o seu trabalho, pretendo comprar algumas peças suas. Ja morei em Pelotas atualmente moro em Porto Alegre, qdo for a Pelotas gostaria de te conhecer pessoalmente. Mais uma vez parabéns pelos teus trabalhos e é mto bom ver trabalhos, verdadeiras obras de arte. Um grande abraço. Patrícia Sebajos (patriciasebajos@gmail.com.br)

    ResponderExcluir

Obrigada pelo Comentário...